top of page
  • Foto do escritorDiocese de Cruz das Almas

Pastoral Afro realizou encontro de aprofundamento

No dia 12 de agosto foi realizado o primeiro aprofundamento da Pastoral Afro-brasileira (PAB) na Diocese de Cruz das Almas. O encontro aconteceu no Centro Diocesano, em Capoeiruçu, com a presença do Bispo Diocesano Dom Antonio Tourinho Neto, padres e leigos de diversas paróquias.




Durante a reunião foi apresentado o estudo 85 da CNBB, subsídio que tem a finalidade de proporcionar conhecimentos a respeito da PAB e que oferece uma reflexão teológica que emerge da vivência da comunidade e da presença de Deus na história do povo negro.


Após o momento de oração, leitura e reflexão do tema, a partir da realidade do Recôncavo Baiano, foi eleita uma equipe de trabalho para articulação da Pastoral, tendo o Padre Josevaldo Carvalho como assistente eclesiástico.


De acordo com a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a Pastoral Afro-brasileira nasceu da necessidade de dar uma organicidade às diferentes iniciativas dos negros católicos que marcam presença na vida e missão da Igreja.


Na Diocese de Cruz das Almas, a Pastoral Afro foi contemplada no primeiro Plano de Pastoral e é parte da terceira urgência na condição de “Igreja, Comunidade da Caridade (Dimensão do serviço à Vida Plena). O número 66 do Plano diocesano aponta para as pastorais sociais aprovadas pela CNBB e que precisam ser implantadas, com uma certa urgência, na Diocese do Recôncavo.


A urgência desta pastoral inserida no quadro das pastorais da Diocese de Cruz das Almas diz respeito à realidade da população do Recôncavo Baiano, pois nós possuímos um forte legado africano, além de grande grupo de comunidades remanescentes de quilombo. Uma pesquisa realizada em 2010 registrou que 80,4% da população do Recôncavo possui ancestralidade africana, 10,8% possui a europeia e 8,8% possui a indígena.




43 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page