• Pascom Diocesana

“O coroinha” – INFORMATIVO DIOCESANO



Diocese de Cruz das Almas – Pastoral dos Coroinhas – N°02/2019


Amigos (as) coroinhas.


Na formação deste mês vamos conversar sobre o serviço daqueles que se encontram próximos dos sacerdotes no altar e consequentemente estão bem perto de Jesus Eucarístico.


Vocês já pararam para pensar que o coroinha é aquele (a) que serve a Cristo Sacerdote presente na pessoa do Padre? Quem preside a celebração da missa é o próprio Cristo através do homem sacerdote. A Igreja ensina que o padre, “em virtude do Sacramento da Ordem, quando sobe ao altar para a celebração da Missa ou de qualquer outro Sacramento, ele age “in persona Christi, isto é, na pessoa de Cristo Cabeça da Igreja” (Catecismo da Igreja Católica, n°1548). Por isso, ao coroinha se exige uma profunda reverência (respeito) ao sacerdote da sua paróquia e aos demais sacerdotes também. Ver um padre é enxergar nele o próprio Cristo. Em Latim se diz: “Sacerdos alter Christus”. Traduzindo para o português: “O sacerdote é um outro Cristo”.


Tendo em vista esta realidade, ao coroinha cabe reverenciar e servir a Cristo visivelmente na pessoa do Padre e comungar e adorar a Cristo verdadeiramente presente nas espécies Eucarísticas do Pão e do Vinho. Estes dois aspectos são de fundamental importância e indispensáveis no ministério de coroinha. Aqueles que não creem nesses dois mistérios não poderão subir ao altar para exercer um serviço tão nobre.


Nem a Santíssima Virgem; nem São José, que foi o pai adotivo de Jesus; nem os anjos; nem São Miguel Arcanjo, que venceu o príncipe do inferno; nenhum deles pôde fazer o que um sacerdote faz. Com as mãos sacerdotais ungidas, o Padre as impõe sobre o pão e o cálice com vinho e, pronunciando as palavras santas, acontece aquilo que a Teologia do Sacramento da Eucaristia chama de “transubstanciação”: a transformação das substâncias. O pão se torna o corpo de Cristo e o vinho o sangue do Senhor. Quem está mais próximo ao altar, entre todos da Assembleia Celebrativa, quando isto acontece? O (a) coroinha. Quanto privilégio! Após o sacerdote, é o coroinha aquele quem serve bem pertinho o Cristo presente, ao mesmo tempo, na pessoa do Sacerdote e nas espécies eucarísticas. O coroinha compreendendo isto pela fé, consequentemente terá um imenso respeito e amor ao Padre e ao sagrado momento da Santa Missa.


Espero que, aqueles que se oferecem para servirem através do ministério de coroinha na Diocese de Cruz das Almas, também se esforcem para colocar em prática tudo o que tratamos no encontro deste mês.


Converse no seu grupo de coroinhas sobre o que mais chamou sua atenção no texto.



Dom Antonio Tourinho Neto

Bispo Diocesano

342 visualizações
LOCALIZAÇÃO

Tel (75) 3621-2686

 

Praça Senador Temístocles, s/n – Centro

Cep. 44.380-000 Cruz das Almas – BA.

e-mail: contato@diocesedecruzdasalmas.com.br

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Google+ Icon

© 2018 por Diocese de Cruz das Almas. Pastoral da Comunicação Diocesana.