top of page
  • Foto do escritorDiocese de Cruz das Almas

Clero celebra 30° dia do Padre Gustavo

Na noite desta terça-feira, 07, clérigos da Diocese se reuniram para celebrar missa do 30° dia da páscoa do Padre Gustavo Adolfo. A celebração foi presidida pelo Bispo Diocesano Dom Antonio Tourinho Neto, na Igreja Matriz de Santo Antonio em Geolândia.



A Paróquia Santo Antônio foi escolhida para a celebração, por ter sido a última paróquia do estimado sacerdote. Dom Tourinho recordou na homilia o quanto Padre Gustavo amou a Igreja e o seu sacerdócio, quando mesmo enfermo, se doava e servia o povo de Deus com zelo e dedicação.


Os familiares do Padre Gustavo, que relataram e agradeceram o grande amor que os paroquianos tinham por ele, e grande número de fiéis de Geolândia e de outras paróquias em que ele foi pároco, participaram da celebração.


Ao final da celebração, a paroquiana Maria das Graças Braz da Silva, falou em nome da comunidade sobre o Padre Gustavo e trouxe para todos um verdadeiro testemunho deste sacerdote que fez de seu sofrimento uma verdadeira comunhão de amor.


Ele sempre pedia a nós para não rezarmos pra ele ficar bom, mas para rezarmos para ele aceitar seu sofrimento e ter forças para servir. Na Sexta-feira Santa, quando ele estava no hospital, ele me mandou um áudio emocionante que retratava como ele unia seu sofrimento a Cristo.

"Há maneiras várias de a gente viver a cruz de nosso Senhor Jesus Cristo e a sua paixão também. ... Deus escolheu que nesta paixão eu deveria estar: no hospital. Eu posso dizer que estou bem, não porque eu esteja fisicamente bem, mas porque não me falta aquilo que dá valor e sentido e grandeza à vida, que é a fé, então eu estou bem! Estou vivendo a minha paixão! Não tem problema, onde seja, como seja, com quem seja, o importante é vivê-la, e quando Deus me concede viver na carne, ainda é mais fácil de entender este gesto de amor misericordioso de Cristo por nós, fica mais claro o objetivo de Deus: é amor, é salvação, é libertação para a humanidade, há qual eu estou, você está, nós estamos incluídos... a vida é assim.. tem momentos menos bons, tem momentos que a gente sofre, momento que doe na carne, mas é assim que Deus fez a vida e é assim que nós devemos viver. Mas devo passar por esses momentos de cruz... quis Ele também passar por nós... que morrer é dá a vida por nós.. que o projeto da cruz não é o fim... o projeto da cruz é a finalidade da qual nós devemos atingir, que é o meio pelo qual nós possamos chegar a Deus".


Após a celebração, padre Felipe Vichi, Administrador Paroquial, convidou a todos para a reinauguração do Centro Paroquial que foi reformado com recursos oriundos da festa de Santo Antônio e que hoje leva o nome do Padre Gustavo Adolfo.



Dom Tourinho abençoou o espaço e juntamente um uma das irmãs do sacerdote, cortou a fita de reinauguração e descerrou a placa de entrada com o brasão da paróquia, enquanto familiares e membros dos conselhos paroquiais juntamente com o padre Felipe, descerraram a placa de reinauguração no salão principal que estava repleto de fiéis.



Fotos: Pascom Santo Antônio e Diácono Alan Bacelar

315 visualizações

Comments


bottom of page