• Pascom Diocesana

Quem tem fé vai a pé: Caminhada nos passos do Frei Galvão acontece neste domingo (24)


Neste domingo (24), acontecerá a 14ª Caminhada nos Passos de Frei Galvão. A saída será às 7h, do Porto de Cachoeira com destino à Vila de Belém.




Os devotos irão percorrer um trajeto de 13km, a fim de lembrar o caminho percorrido pelo primeiro Santo brasileiro. Ao final da caminhada, será celebrada uma Missa, às 10h, no Santuário.


A caminhada foi realizada pela primeira vez em 2007, com intuito de celebrar a Canonização de Frei Galvão que aconteceu em maio deste mesmo ano

.


Quem foi Frei Galvão


Frei Galvão é o primeiro santo brasileiro. Foi Canonizado pelo Papa Bento XVI, durante sua visita ao Brasil, em 11 de maio de 2007. As pílulas de Frei Galvão, pequeninos papeis, escritos com versículos da Bíblia, dobrados e ingeridos pelos fieis, realizaram vários milagres em seus seguidores.


Antônio de Sant’ Anna Galvão, mais conhecido como Frei Galvão, nasceu em Guaratinguetá, no interior do Estado de S. Paulo. Filho de Antônio Galvão de França e de Isabel Leite de Barros.


Com a idade de 13 anos, veio estudar em para Belém, município de Cachoeira – Bahia para estudar no Seminário dos Padres Jesuítas. Os devotos sairão do Porto da Cachoeira, do mesmo local onde desembarcou Frei Galvão e ele seguiu a pé até Belém.


Santuário


Dedicado ao primeiro Santo brasileiro, o Santuário de Santo Antônio de Sant’Ana Galvão está localizado na Vila de Belém da Cachoeira, na secular Igreja dedicada à Nossa Senhora de Belém. Templo de grande valor arquitetônico, artístico e religioso, a igreja de Belém compunha o Seminário dos Jesuítas, construído pelos missionários da Companhia de Jesus, entre os anos de 1686 e 1707 e considerado um dos mais importantes centros de educação do período. O local marcou a vida do jovem Antônio Galvão de França, que nasceu em Guaratinguetá (SP) em 1739 e viera para Belém aos 13 anos de idade, sob influência do seu pai que o enviara para o Seminário devido à fama e reconhecimento que o Colégio dos jesuítas gozava na época, por conta do alto nível de ensino e disciplina aplicado pelos padres.

0 comentário