top of page
  • Foto do escritorDiocese de Cruz das Almas

Paróquia São João Batista, em Cabaceiras do Paraguaçu celebra seu Padroeiro




A Paróquia São João Batista, em Cabaceiras do Paraguaçu, celebrou uma linda festa em honra de seu padroeiro, na última sexta-feira, 24 de junho. A Missa solene foi presidida pelo pároco Antonio Rebouças.


Natividade de São João Batista


1°São João Batista é lembrado e celebrado, liturgicamente, duas vezes, no ano: sua natividade e seu martírio. Ele era grande, não porquanto, parente de Jesus, mas por ser seu precursor. Anunciava-O e O mostrava presente, entre os homens. Fechou, com chave de ouro, o Antigo Testamento: era o maior dos nascidos de mulher, segundo o próprio Jesus (Mt 11,11). Até Herodes, o corrupto e assassino, o admirava.

2° Os primeiros discípulos de Jesus, são fruto do trabalho profético, e do testemunho do grande São João Batista. Ele, vendo Jesus, O identificou e O mostrou aos seus discípulos, dizendo: “Eis o cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo” (Jo 1,36). Então, eles deixaram o admirável precursor e seguiram Jesus. A bela e comovente cena é descrita por São João (Jo 1,36-42), onde, aqueles discípulos do Batista, perguntaram: Mestre, onde moras? (Jo 1,38). “Vinde e vede” lhes respondeu Jesus (Jo 1,39). Hoje, voltando-se a nós, o que nos diria? Certamente, “vinde e segui-me”. Vamos aceitar o seu convite? Como? Até que ponto?

3° Jesus teve precursores: os profetas e outros personagens, mas não sucessores, pois Ele é único. Deseja, porém, muitos discípulos e seguidores convictos. Fiéis, como João Batista.

Fonte: CNBB



Fotos: Paróquia São João Batista

115 visualizações

Comments


bottom of page