• Pascom Diocesana

Cachoeira: Festa de Nossa Senhora da Boa Morte será realizada durante dois dias



Foto: Diácono Alan Bacelar/Pascom

A Festa de Nossa Senhora da Boa Morte, em Cachoeira, será realizada em apenas dois dias, devido às medidas de prevenção contra o avanço da covid-19. Neste sábado (14), acontece a Celebração da Dormição de Maria, às 18h, com Vigília e Missa do Corpo de Nossa Senhora da Boa Morte. No domingo (15), Dia da Assunção de Maria, a Missa da Glorificação de Nossa Senhora será realizada às 10h.


Este ano, as celebrações serão restritas às Irmãs da Boa Morte, sem a presença de público, com missas transmitidas no canal do YouTube da Diocese de Cruz das Almas.


IRMANDADE DA BOA MORTE


Foto: Jomar Lima

Considerada uma das mais antigas irmandades do país, a Irmandade de Nossa Senhora da Boa Morte foi fundada ainda no século XIX, existe há 200 anos, no Recôncavo Baiano. Sua história começa em Salvador, nas proximidades da Barroquinha, mas, foi em Cachoeira que fincou suas raízes.


Anualmente, no mês de agosto, a Irmandade formada exclusivamente por mulheres negras, realiza os festejos, que atraem pessoas de várias partes do mundo. Em tempos comuns, a Festa começava no dia 13, com a missa para as irmãs falecidas, encerrando no dia 17 com festejos e ceia. A programação é composta por missas, procissões, distribuição de comida e samba de roda.


No ano de 2020, pela primeira vez, a Festa não foi realizada devido a declaração de pandemia da Covid-19. Fenômeno que não vai se repetir este ano, graças ao avanço na vacinação e queda dos índices da covid-19 no território baiano. O festejo voltará a acontecer, mesmo de forma limitada, com todas as irmãs já vacinadas.


A Festa da Boa Morte é um Patrimônio Cultural Imaterial do Estado registrado pelo Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC) desde 2010.





0 comentário