• Pascom Diocesana

Festa de Nossa Senhora da Boa Morte encerra com Missa de Glorificação de Nossa Senhora




No domingo (15), dia em que a Igreja celebra a Solenidade da Assunção de Maria, o Cônego Hélio Vilas-Boas presidiu a Missa de Glorificação de Nossa Senhora, encerrando os tradicionais festejos realizados pela Irmandade de Nossa Senhora da Boa Morte.


Em sua homilia o cônego ressaltou a importância dessa celebração. “É a festa da comunhão, quando as Irmãs reverenciam com a Igreja a Bem- Aventurada Virgem Maria, em sua Gloriosa Assunção”, disse.


Nilza Prado de Carvalho, 79, integrante da Irmandade da Boa Morte não esconde a alegria de poder estar celebrando a Festa este ano. “Ano passado não fizemos por causa da pandemia e ela nos deu o direito de estar com saúde para esse ano fazer, pelo menos, essa pequena homenagem. Maria é a nossa mãe e nós temos que agradecer sempre”, diz.


Após o término da Missa a imagem de Nossa Senhora da Glória saiu em carreata, acompanhada pelas Irmãs, percorrendo as ruas do centro histórico da cidade.


As festividades deste ano foram restrita à confraria. Os devotos puderam acompanhar as celebrações através da transmissão no Youtube da Diocese de Cruz das Almas.


A Festa de Nossa Senhora da Boa Morte é uma das celebrações religiosas mais tradicionais da Bahia. Todos os anos é comemorada, do dia 13 a 17 de agosto, em Cachoeira. Este ano, devido à Pandemia da Covid-19, a festa foi reduzida para os dias 14, com a celebração da Dormição de Maria, Vigília e Missa do Corpo de Nossa Senhora da Boa Morte, presidida pelo Padre Adeilson Pugas e no domingo (15), a Celebração de Nossa Senhora da Glória.


Veja fotos e vídeo produzidos pela Pascom:




Fotos: Alan Bacelar/ Adailane Souza

0 comentário