• Pascom Diocesana

Dom Tourinho acolhe Movimento Mães que Oram pelos Filhos

Atualizado: 13 de Fev de 2019

Dom Antonio Tourinho recebeu nesta manhã (30/01), na Cúria Diocesana, as representantes do Movimento Mães que Oram pelos Filhos, Edvane Fiúza, Coordenadora Diocesana e Ivonete Carmo, Coordenadora Estadual do Ministério de Intercessão. No encontro, foi apresentado ao Bispo o carisma do Movimento e como está organizado a nível de Diocese, presente nas Paróquias de Governador Mangabeira, Muritiba, Geolândia e Santo Amaro com 12 grupos no total.


Dom Tourinho acolheu com bastante alegria o Movimento e disse que dará total apoio a Associação Mães que Oram (AMO) e que em breve indicará um Diretor Espiritual para acompanhá-lo.



Sobre o Movimento

Toda mãe por graça de Deus tem pouco de Maria, que viveu por excelência o exercício da maternidade. O Movimento mães que oram pelos filhos com seu carisma que preconiza a restauração das famílias pelo poder da oração de intercessão é um chamado para que todas as mães, à exemplo de Maria, busquem no silêncio e na oração cultivar a fé, ser fiel ao dom da maternidade que lhe foi concedido, vencer as dores, ser grata e saber rejubilar-se com as obra de Deus.


O Movimento nasceu e cresce em obediência com a Igreja católica. Os ensinamentos orientam a zelar pela unidade entre ele e as paróquias que o acolhem, cultivar Deus nos corações, assumindo o compromisso da evangelização para que Cristo seja presença viva na família e na sociedade onde está inserido no seguimento dos passos de Maria através da busca pelos sacramentos, práticas de oração, obediência aos mandamentos e vivência da vida fraterna.


Conheça mais a Associação de Mães que Oram pelos Filhos em : https://bit.ly/2X0aous


195 visualizações
LOCALIZAÇÃO

Tel (75) 3621-2686

 

Praça Senador Temístocles, s/n – Centro

Cep. 44.380-000 Cruz das Almas – BA.

e-mail: contato@diocesedecruzdasalmas.com.br

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Google+ Icon

© 2018 por Diocese de Cruz das Almas. Pastoral da Comunicação Diocesana.