top of page
  • Foto do escritorDiocese de Cruz das Almas

Certificação dos alunos dos cursos gratuitos de capacitação promovido pela Diocese de Cruz da Almas

Aconteceu no sábado, 19 de novembro, no Centro Paroquial de Cachoeira, a certificação dos alunos dos cursos de Capacitação para Comunicadores Católicos e de Auxiliares da Construção Civil, promovido pela Diocese de Cruz das Almas, através da Cáritas Diocesana.

Contou com a participação dos cursistas, do Bispo Diocesano, Dom Antonio Tourinho Neto, do Cônego Hélio Vilas-Boas, do Padre Felipe Vichi, do Padre Adeilson Pulgas, do Diácono Alan Bacelar, da Vice-Prefeita de Cachoeira, Cristina Soares, do Advogado da Diocese, Luiz Luz e de alguns professores dos cursos.


O evento iniciou com o coffee break e em seguida o Diácono Alan Bacelar, assistente eclesiástico da Pascom Diocesana, dirigiu um momento de espiritualidade.


O Cônego Hélio Vilas-Boas falou sobre o projeto João de Barro e a importância do curso voltado para área da Construção Civil.


Logo após, ocorreu as apresentações dos cursos. Ana Luz explicou o objetivo do curso de auxiliar da construção civil e os processos das aulas teóricas e práticas. Ruth Maria, da Paróquia São José - Cruz das Almas, falou sobre o curso dos agentes da Pascom e contou como essa capacitação contribuiu para a ação evangelizadora na sua Paróquia.


Dom Tourinho ressaltou a importância do patrocínio da organização Ajuda à Igreja que Sofre (ACN) e da Conferência dos Bispos Católicos dos Estados Unidos (USCCB). Foi através destas entidades que foi possível ofertar cursos gratuitos de capacitação e promoção humana para os diocesanos. Os cursistas receberam das mãos do Bispo a certificação, que tem reconhecimento internacional da Cáritas.


O encontro foi encerrado com um almoço de confraternização.


Curso de Capacitação para auxiliares da Construção Civil


O curso teve como objetivo qualificar e capacitar os jovens para o mercado de trabalho. Foi realizado no Centro Diocesano, em Capoeiruçu, com carga horária total de 350h, sendo 150h para aulas teóricas e 150h para aulas práticas.


Os alunos tiveram aulas de: português e matemática, introdução a informática, segurança no trabalho, noções de primeiros socorros, noções de engenharia elétrica, hidráulica e civil, ética e cidadania, materiais e equipamentos e orientação jurídica para construção civil.


A parte prática foi realizada no Santuário em Belém da Cachoeira e na Paróquia Nossa Senhora da Vitória- São Roque do Paraguaçu.


Este curso teve o patrocínio da organização internacional ACN.





Curso de Capacitação para os comunicadores católicos


O Curso que teve o patrocínio da United States Conference of Catholic Bishops (Conferência dos Bispos Católicos dos Estados Unidos) e teve como objetivo capacitar os agentes da pascom das paróquias da Diocese de Cruz das Almas.


O curso iniciou no mês de maio, com as aulas teóricas sobre: Teorias da Comunicação; a Comunicação a Serviço da Pastoral e a Pastoral da Comunicação. As aulas foram ministradas respectivamente pelos Jornalistas Mário Jorge, Sara Gomes e Mirrail Menezes.


Os pasconeiros no módulo prático tiveram aulas de produção de textos, transmissão ao vivo, produção de cards, rádio, fotografia e produção e edição de vídeos.


Neste dia, concomitantemente aconteceu a EXPOCOM: Sob o olhar de uma Igreja em movimento, a exposição das fotografias realizadas durante a aula de campo, ministrada pelo professor Márcio Soares.




Ajuda à Igreja que Sofre


A ACN é uma organização internacional, com sede no Vaticano. As contribuições coletadas pelos escritórios nacionais são gerenciadas pela sede internacional na cidade de Königstein, na Alemanha, é aqui que os pedidos de ajuda de mais de 140 países são recebidos e avaliados. De Königstein também é realizado o monitoramento exaustivo dos projetos aos quais o apoio é dado.


De início, uma nota introdutória a respeito do nome, que sofreu alterações durante os anos. Em 1947 a obra que nascia pelas ações do padre holandês, Werenfried van Straaten, ficou conhecida como Ostpriesterhilfe (Ajuda aos Padres do Leste). Em seguida recebeu um nome mais abrangente: Kirche in Not (Ajuda à Igreja que Sofre em alemão). E foi com base neste último que o nome da obra foi traduzido em todo país onde se abriu um escritório. Dessa maneira, ao passo que se expandia, a obra também perdia a sua identidade global, pois a tradução em cada língua nacional se distanciava do nome original alemão. Até que em 2016 deu início à universalização do nome, como ACN, sigla do nome em inglês “Aid to the Church in Need“, que mantém o significado da missão recebida desde sua fundação: Ajuda à Igreja que Sofre.


Fonte: Acn.org


Conferência dos Bispos Católicos dos Estados Unidos


A Conferência dos Bispos Católicos dos Estados Unidos (USCCB) é uma assembléia da hierarquia dos bispos que exerce conjuntamente funções pastorais em nome dos fiéis cristãos dos Estados Unidos e das Ilhas Virgens Americanas.


Em 1917, os bispos dos EUA formaram o Conselho Nacional de Guerra Católica (NCWC) para permitir que os católicos dos EUA contribuíssem com fundos e comprometessem pessoal para fornecer cuidados espirituais e serviços recreativos aos militares durante a Primeira Guerra Mundial. Em 1919, o Papa Bento XV instou a hierarquia a se juntar a ele em trabalhando pela paz e justiça social. Em resposta, os bispos organizaram o National Catholic Welfare Council e estabeleceram o primeiro Comitê Administrativo de sete membros para lidar com os negócios do Conselho entre as reuniões plenárias. A sede foi estabelecida em Washington, DC e um secretário geral com alguns funcionários foi nomeado.


Em 1922, a palavra "Conferência" substituiu "Conselho" no título da organização, sublinhando o fato de que era consultiva e não legislativa. Ao mesmo tempo, a National Catholic Welfare Conference foi criada para tratar de questões como educação, imigração e ação social.


Este modelo continuou até 1966, quando a Conferência Nacional dos Bispos Católicos (NCCB) e a Conferência Católica dos Estados Unidos (USCC) foram estabelecidas. O NCCB cuidava dos próprios assuntos da Igreja neste país. Suas comissões eram exclusivamente bispos e suas secretarias. Na USCC, os bispos colaboraram com outros católicos para abordar questões que dizem respeito à Igreja como parte da sociedade em geral. Seus comitês também incluíam leigos, clérigos e religiosos.


Em 1º de julho de 2001, o NCCB e o USCC se uniram para formar a Conferência dos Bispos Católicos dos Estados Unidos (USCCB). A USCCB dá continuidade ao trabalho de ambas, mantendo o mesmo quadro de funcionários. Os próprios bispos formam aproximadamente 17 comitês, cada um com sua própria responsabilidade.


Fonte: Usccb.org



Fotos: Diácono Alan Bacelar, Adailane Souza e Jerry Santana



67 visualizações

Comments