Neste domingo (29) será celebrada na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Purificação, em Santo Amaro, a Santa Missa do primeiro ano de falecimento do Monsenhor Walter Jorge Pinto Andrade. A Eucaristia será presidida pelo Pe. Raimundo Mário de Santana, às 8h, também em ação de graças pelo Dia do Catequista.


Para participar da Santa Missa é necessário a reserva da vaga. Interessados devem entrar em contato com a Secretaria Paroquial de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 17h.


A Celebração será transmitida pelas redes sociais:

YouTube/Pascom Purificação

Facebook: @rainhadoreconcavo

Instagram: @pascompurificação

Como parte da programação do Mês Vocacional, celebrado neste mês de agosto, o Serviço de Animação Vocacional (SAV) promoveu nesta quarta-feira (25), na Catedral de Nossa Senhora do Bom Sucesso, a Primeira Vigília Diocesana com o objetivo de rezar pelas vocações da Diocese de Cruz das Almas.



O encontro refletiu sobre o tema proposto para o Mês Vocacional deste ano, inspirado na Exortação Apostólica Pós-Sinodal, Christus Vivit (Cristo vive), do Papa Francisco: “Cristo nos Salva e nos Envia” e o lema Quem escuta a minha palavra possui a vida eterna” (cf. Jo 5,24).


Programação


A vigília foi animada com cantos vocacionais e contou com testemunhos das diversas vocações que compõem a Igreja Católica. O Bispo Diocesano, Dom Antonio Tourinho Neto, refletiu sobre o tema central. “O mês de agosto, dedicado à Vocação, é um mês de oração e reflexão. É um mês de ação nas diversas comunidades, meditando sobre o chamado de Deus e animando para que todos possam responder a este chamado”, disse.


O encontro contou com momentos de oração, pelas vocações, e foi encerrado com a adoração e benção do Santíssimo Sacramento.


Transmissão

A vigília foi transmitida em tempo real através da Rádio Excelsior Recôncavo FM e pelo canal da Diocese de Cruz das Almas no YouTube. A gravação encontra-se disponível e para assistir basta clicar neste link (aqui).



Texto: Adailane Souza/

Fotos: Diácono Alan Bacelar





A Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e a Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que sofre (ACN), prepararam um vídeo especial para a Jornada de Oração e Missão dedicada à Paz no Afeganistão, que será realizada no dia 1º de setembro.


A iniciativa atende ao pedido do Papa Francisco e do padre barnabita Giovanni Scalese, à frente da Missio sui iuris, presença católica no país asiático, e que exorta toda a Igreja à proximidade através da invocação ao Senhor para salvar o Afeganistão da dor da guerra: “Rezem, rezem, rezem pelo Afeganistão”.


O Talibã deu início a tomada das cidades afegãs no dia 15 de agosto. A primeira cidade a ser controlada foi a de Jalalabad, no leste do Afeganistão. No entanto, o grupo islâmico vem reconquistando territórios no Afeganistão desde maio, quando os Estados Unidos começaram o processo de retirada dos militares norte-americanos da região.


Segundo o Vatican News, após 20 anos da presença de tropas internacionais no território, foram necessários apenas alguns dias para que os Talibãs retornassem ao poder que detinham até 2001, quando foram obrigados a abandonar porque não queriam colaborar com os Estados Unidos na captura de Osama Bin Laden.


Ainda de acordo com o portal de notícias do Vaticano, o Talibã é um regime que infelizmente entrou para a história, caracterizado por uma visão fortemente conservadora do Islã. Desde a invasão soviética em 1979, o Afeganistão não conhece a paz e agora o país sofre mais uma vez com a guerra, o exílio forçado e a fome.


O vídeo destaca a importância de rezar pelo povo do afegão, que tem vivido dias com extrema tesão e conflitos civis desde a retomada dos territórios do país pelo Talibã. Segundo a ACN, os muçulmanos sunitas representam entre 84,7% e 89,7% da população afegã. O resto da população são maioritariamente muçulmanos xiitas (10% a 15%), sobretudo do grupo étnico hazara.


A Jornada de Oração e Missão faz parte de uma série, que coloca o valor da oração como “agir missionário” e propõe que cada cristão católico dedique um tempo do dia para rezar pelo país. Faça parte desta corrente de oração e nas redes sociais utilize a hashtag #rezepeloafeganistao.


Confira o vídeo de divulgação: